Malariascope
Democratizar o acesso a cuidados médicos de qualidade em regiões menos favorecidas

Malariascope

Uma solução móvel de pré-diagnóstico de Malária para ser utilizado em regiões com menor acesso a equipamentos e serviços médicos de qualidade. 

Um microscópio completamente novo, concebido para ser montado com peças produzidas por impressão 3D.  

A IDEIA.M colaborou com o Fraunhofer AICOS’ Information and Communications Technologies for Development Competence Center (ICT4DCC), em cooperação com a departamento de doenças infeciosas do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, para criar uma solução baseada em dispositivos móveis que pode oferecer um pré-diagnóstico da Malária para ser utilizado em regiões com menor acesso a equipamentos e serviços médicos de qualidade.

A malaria é a principal causa de morte e doença em vários países em desenvolvimento, em que as crianças e mulheres grávidas são os grupos mais afetados. Em 2012, estima-se que ocorreram 207 milhões de casos de Malária, que causaram 627 000  mortes. Cerca de 80% dos casos ocorreram em África, onde a falta de acesso a diagnósticos acontece devido a falta de competência e, como segunda fator, à falta de equipamento. 
A falta de competências conduz frequentemente ao aumento de falsos positivos, sendo a prescrição de medicação baseada apenas nos sintomas. Logo, há uma necessidade urgente de novas ferramentas que possam facilitar um diagnóstico rápido e fácil de Malária, especialmente em regiões com acesso limitado a serviços de saúde de qualidade. 

207 milhões de casos de malária
627,000 mortes por malária
80% dos casos de malária ocorrem em África 

A falha nos diagnósticos acontece, principalmente devido a falta de competências técnicas e, em segundo lugar, devido à falta de equipamentos.